Ossos do Ofício.

Enquanto isso no msn, sobre logotipia...



Luciano Westheuser diz:
então fechou
pode me mandar por e-mail depois?
eu ficaria muito feliz
hehehehehe
Marlon diz:
to vendo o treco
Mas exatamente
o que tu quer que eu faça?
Luciano Westheuser diz:
se eu soubesse eu fazia
ashushaushusa
to zuando
ah cara
não sei
me diz você o que da pra melhorar nisso dai?
o que esta faltando
pra que lado correm os riscos e essas coisas que só os metrosexuais publicitarios tem

Pense meu guri(a).

"Você precisa de talento, sorte e persistência. Escolha dois"

Por: Sonia Simone

Soy



Fonte: Uma Fração de Mim

Kitadol





“Get her back. Kitadol Menstrual Period.”
"Tenha ela de volta, Kitadol período menstrual"

Advertising Agency: Prolam Y&R, Santiago, Chile
Executive Creative Director: Tony Sarroca
Creative Director: Francisco Cavada
Art Director: Jorge Muñoz
Copywriter: Fabrizio Baracco, Cristian Martinez
Account manager: Francisco Cardemil

Grêmio



Parabéns ao imortal tricolor, que hoje no jogo contra o Santos (4x3), mostrou tudo que falei.
Num desacreditado 2 a 0, eu saí do apartamento das minha amigas, caminhando rumo minha casa. Mas a caminhada da minha casa durou menos de 15 minutos. E o que todos nós gremistas pensamos que havia tudo ido para o "brejo", o 2 a 1 pareceu um consolo. Mas quando o 2 a 2 veio, meu amigo, o brilho e a chama começou a nascer do meu coração uma nova esperança. E eu não havia nem visto isso, pois estava na rua! Ou seja: Ao ver 2 a 2 a minha primeira reação foi esfregar bem os olhos e conseguir ver aquele placar e o rosto pasmo do meu pai ao sofá.
Logo aqueles 2 gols se multiplicaram em 4!!
Coisa que ninguém diria, e aí está a magia do futebol! O inesperado! E mesmo o santos fazendo mais um gol não me tirou a vontade de gritar, de chorar ou explodir!

Parabéns tricolor!

Coca-Cola | Comercial Argentina

Sei que parece que ando abrindo espaço para "concorrência". A primeira foi para o texto do Corinthians, agora para Argentina? Realmente o post do mosqueteiro paulista foi um "deslize" , não há como conter a emoção de saber que seu time ainda luta, mesmo parecendo derrotado. O Grêmio que o diga. Muito bom em me deixar aflito, mas sempre superando-se, mostrando o improvável, o inimaginável. E agora vejo este VT feito para os hermanos pela Coca. Confesso que senti tanto neste quanto no post anterior aquelas borboletas no peito querendo explodir, sair pra fora num grito de gol.

Confira. Não vais te arrepender, Gracias!

LIVESTRONG - Challenge Cancer.



Dedicado ao meu Avô. Saudades.
Sem mais por este post.



Fonte: Cadê o briefing?

Eugenio Mohallem

Tem há pessoas que falam coisas que você para e pensa: "como não fui eu que pensei nisso antes". Essas pessoas são chamadas atualmente como "redatores publicitários". Sim estes inescrupulosos e vis seres roubam a sua idéia, mesmo antes você pensa-la. Maldita telepatia.

Bem, deliciem-se com o gênio Eugênio Mohallem.

Frases:

- Elegância não se resume a dar nós em gravatas: marinheiros dão nós como ninguém e se vestem como o Pato Donald.

- Minha cidade é como um jogo de xadrez: para cada dama, oito peões.

- Filhos crescem, casam e têm filhos. Não necessariamente nesta ordem.

- Não dá para acreditar num país que comprou o Acre.

- Diploma universitário não serve para nada e ainda faz você perder a carteirinha de estudante.

- Quadrinhos de jornal são muito complicados: você está lendo o Recruta Zero e sem mais nem menos surge um tal de Garfield no meio da história.

- A humanidade ainda não encontrou resposta para alguns mistérios. Por exemplo, para onde vão todos aqueles japoneses que passam em primeiro no vestibular?

- É preciso reconhecer que este ano nossos parlamentares apresentaram vários projetos de emenda: emenda o carnaval, emenda Tiradentes e emenda Corpus Christi.

- Se o horário oficial é o de Brasília, porque a gente tem que trabalhar na sexta e eles não.

- Tirando o Elvis, quem é vivo sempre aparece.

- Todo pesquisador é meio doido. Você acha que deve ser normal o cara que contou os pés da centopéia?

- Entre Livro e internet, prefiro livro. Pelo menos ele só cai quando durmo.

- Mais prudente é duvidar de tudo. Alias, não acredite nisto.

Fonte: Puta Sacada

Nike & Corinthians


A nike realmente superou. E além disso emocionou. Como aspirante a redator, e um seguidor do futebol, creio que tal homenagem encorajou e fez cada "sofredor" se sentir um "vencedor". Colocando um time em posição que parece nunca desistir. Parabéns ao redator, pois eu como Gremista, me emocionei com o texto finamente lapidado.

Fonte: Brainstorm #9

Young Lions | "Como fazer sucesso nas agências"

Bem amigos da rede... digo... err... amigos!
Há momentos que realmente não sabemos o que dizer, como foi o meu caso como estudante de publicidade ao ver este vídeo.



"Iae"? Impressionado?


Fonte: Brainstorm #9

Redação Publicitária - Peça para escola de línguas.

Esta peça que produzi para a aula de Redação Publicitária, tem por finalidade prender o leitor com um joguinho lúdico(de reler e o propor-se a entender sem esforço), pois descobri que preciso reaprender a brincar.
Esta peça foi estudada, reavalidada, reescrita diversas vezes, e muitas delas eram totalmente diferentes do que eu tive por "produto final".
Aliás, gostei muitode produzi-la, pois é uma area que tenho muita afinidade.
Por ser uma peça de aula, é uma peça sem fins lucrativos.



Abraços!

Direção de Arte. - Anúncio revista.

Trabalho ficcional de Direção de arte.
Direcionado para revista.

Pagina 1 - Direita

Pagina 2 - Esquerda

Pagina 3 - Direita

Curta - "Cotidiano"

Este curta foi produzido na semana acadêmica de 2009, a qual tive uma participação na direção e produção de trilha sonora (e "toquei" cello). A orientação foi da Fabi (beterraba filmes).
Todos os outros créditos estão no final do curta.

Observações:
Esse curta foi um projeto experimental, a qual visamos não o roteiro mas sim o explorar o Audiovisual em si.
Nós mesmos produzimos a trilha (com participação de Sabrina Antunes, do curso de música UPF).
Um curta com teor reflexivo, e tudo que é colocado, tem a simples função de vermos imagens que são das nossas mentes, mas não as enxergamos.

Com vocês:

"COTIDIANO"


(amplie a janela ^^)

Direção de Arte

Outdoor da ficcional de Direção de Arte.
Produto: UPF




Videoclipe: Prenda-me se for capaz

"Videoclipe (em Portugal: teledisco) é um filme curto e em suporte eletrônico (analógico ou digital). Devido à preponderância quase total dos vídeos musicais e publicitários na produção mundial de vídeos curtos, e porque os vídeos publicitários têm uma designação própria, durante algum tempo "videoclipe" foi quase sinónimo de vídeo musical, mas com o advento da internet de banda larga e a difusão de ficheiros de vídeo através dela, a palavra tem vindo a regressar ao seu sentido original.

Nos dias atuais, os estudiosos do "videoclipe musical", já identificam como o começo desse tipo de vídeo na década de 1950, como as cenas de Gene Kelly em Cantando na Chuva de 1952 e Elvis Presley em Jailhouse Rock de 1957."

Fonte:Wikipédia

Podemos dizer que o videoclipe hoje pode ter múltiplas formas, e múltiplos argumentos, e o que mais vejo, é o videoclipe publicitário musical, onde começou tudo. Mas não quer dizer que é o mais efetivo nem o que mais é produzido.
Hoje qualquer um pode ter uma câmera, então o "produzir" tal artifício torna-se simples como nunca havia sido.
Mas voltando a falar do lado musical/comercial do clipe (para os íntimos), é recurso que artistas passam suas mensagens, ou suas respectivas imagens que desejam vender e o qual muitos de nós estamos vendo com frequência principalmente para classes um pouco mais "abastadas", e que parece funcionar muito bem, poderia eu dizer que no ato de por alguns 3 minutos o videoclipe é capaz de formular uma opinião muito concreta do que muitos de nós desejamos ser/ver.
A estética é indefinida, mas independente disso, ela é é chamativa, bonita(Ou nem tanto) aos nossos olhos. Enfim, de alguma forma nos chama atenção, ou tem a função disso. Se um clipe for realmente bom, te prenderá.

O clipe a seguir eu o encontrei nas minhas andanças por sites nunca vistos, lendários canais do youtube esquecidos, e links inóspitos. Ele é de uma famosa "linha pela paz mundial", o qual tem um argumento bem interessante. O nome do projeto é "playing for a change", que significa "tocando por um troco" (a grosso modo). O que é exatamente? Bem esse tal Mark Johnson leva até o músico de rua todo o equiparato para uma gravação profissional. Mas ele não faz isso só na sua cidade.

Veja o resultado:

Playing For Change | "War/No More Trouble" - Song Around The World from Concord Music Group on Vimeo.


E aí? O que te prende?


Link:

http://www.playingforchange.com/

Blog da Semana : Dezpótico.

Tá certo que nunca houve uma sessão "blog da semana", mas para dar um pouco de glamour a este campeiro sitio cibernético.



Clique aqui e divirta-se com novidades publicitárias, críticas, resenhas, tirinhas de 1° (até por futuramente eu estar as ajudando a produzir ^^), e muito,mas mto mais.
Fora o bom gosto do moço para escolher matérias.

Dia do ìndio - Trabalho (Direção de arte)

Trabalhos de Direção de arte.
Estilos de composição



Simétrico


Contraste de Tom



Contraste forma


Assimétrico

Manga Bible

Que tal uma bíblia no estilo quadrinhos/mangá?
Já pensou?
Obviamente não.
O que eu quero dizer é que esse cara aqui ( http://www.theartofsiku.com/ ) Desenhou trechos da bíblia, que são verdadeiras obras de arte.
Você não entendia bem quando lia?
Quer que ele desenhe?
Então, tudo bem!

Lançado pela editora JBC, que é bem conhecida por otakus e afins, parece ser uma grande promessa. de qualidade de desenho

Uma provinha do que esse cara pode fazer é esse capítulo (Mais especificamente Apocalipse capítulo 13)


------------------------------
Matéria sobre:
http://hqmaniacs.uol.com.br/principal.asp?acao=noticias&cod_noticia=16954

Wishes of Night



Esta é minha primeira imagem feita a partir do "nada".
Apenas a criei em minha mente, após ver uma noite aqui atráz de casa.
Não houve rascunho algum. Apenas fui a fazendo no photoshop.



Espero que gostem.
E vejam em tamanho grande.
Abraços
God bless us all.